Ford lança programa de apoio a startups em transporte e mobilidade

A Ford lançou um programa que vai acelerar a criação de empresas “startups” voltadas para a criação de soluções inovadoras na área de transporte e mobilidade. Em parceria com a chamada incubadora de empresas TechStars, essa iniciativa é denominada “TechStars Mobility, driven by Detroit” e vai atuar em ideias inovadoras para facilitar o transporte de pessoas, bens e serviços, resolvendo os desafios da mobilidade urbana, como tráfego e estacionamento.

O objetivo é trazer ao mercado novas tecnologias e abordagens que incorporem os dispositivos móveis com conectividade sem fio e a computação na nuvem para facilitar a locomoção das pessoas. Inicialmente, 10 empresas startups de todo o mundo serão selecionadas para participar do programa, que terá sua base no centro de Detroit. As novas empresas vão receber 120.000 dólares em financiamento, além de três meses de treinamento intensivo em desenvolvimento de negócios, prospecção de clientes e recrutamento de executivos. O programa terá a duração de três anos, com um total de 30 startups. As equipes vão apresentar suas ideias aos investidores, líderes da indústria e outras pessoas da comunidade.

A fabricante de autopeças Magna International e a Verizon Telematics, líder em serviços conectados para automóveis, são parceiras da Ford nessa iniciativa. Juntas, elas vão fornecer US$ 2 milhões em financiamento, além de orientadores e outros recursos para apoiar as startups. Fontinalis Partners, Detroit Venture Partners e o Renaissance Venture Capital Fund são outras empresas apoiadoras.

A TechStars foi fundada em 2006 por um grupo de empresários do Colorado, EUA, com a proposta de reunir uma rede de empreendedores e oferecer um programa de imersão de três meses para a formação rápida de startups. Desde então, a empresa se expandiu para Boston, Seattle, Nova York, San Antonio, Austin, Chicago e Londres.

O “TechStars Mobility, driven by Detroit” será liderado pelo diretor geral Ted Serbinski – empresário e investidor do Vale do Silício que mudou em 2011 para Detroit para se juntar à Detroit Venture Partners. Sua equipe vai receber inscrições para a primeira turma de 10 startups até março. O programa vai começar em meados do próximo ano e terminar em setembro, com duração de três anos e uma nova turma de 10 startups a cada ano.

“À medida que a sociedade enfrenta os desafios crescentes dos congestionamentos de trânsito, cidades populosas e infraestrutura deficiente, precisamos reinventar a nossa forma de viver e fazer negócios se quisermos ter um impacto positivo sobre as gerações futuras”, disse Bill Ford, presidente do Conselho da companhia e que vai participar ativamente do programa e atuar como um de seus orientadores. “Estamos vendo hoje o surgimento no mercado de produtos de consumo e serviços emocionantes, criados por empresas startups inovadoras. Será ótimo ajudar a trazer esse novo pensamento para a indústria automotiva e a cidade de Detroit”, ressaltou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.