Sanesul reforça mobilidade com ferramenta corporativa nas nuvens

Sanesul reforça mobilidade com ferramenta corporativa nas nuvens

A Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), investiu R$ 930 mil na implantação de novo pacote de ferramentas baseadas em nuvem para ampliar o
apoio à mobilidade dos funcionários e produtividade. A empresa escolheu o Office 365. da Microsoft, em um contrato para instalação, utilização e manutenção por um período de três anos. Essa medida complementa a oferta de smartphones que são utilizados como dispositivos de campo para a coleta de dados nos hidrômetros.

Com 1200 funcionários, a Sanesul cobre 68 municípios, e atende 1,5 milhão de pessoas. A Gerência de Tecnologia da Informação (Geti) da empresa é a área responsável pela implementação do software na nuvem e está fazendo as adaptações necessárias na infraestrutura do Centro de Dados para que até o final de março todos os funcionários possam utilizar a ferramenta.

O gerente da Geti, Altair Fernandes Alvarenga, comentou que a área de TI vai oferecer treinamento aos usuários nas sedes regionais e em Campo Grande. O objetivo da implantação do Office 365 é dar continuidade aos projetos de melhoria e modernização da infraestrutura de tecnologia da informação (TI) previstos no Plano de Desenvolvimento de Tecnologia da Informação (PDTI) da Sanesul.

“Uma das ideias é permitir aos empregados o uso de software de colaboração, disponibilizando, assim, ferramentas para melhorar o desenvolvimento da Sanesul e das pessoas e disseminar a informação na empresa com menor custo e maior velocidade”, ressaltou o executivo.

Segundo o gestor do centro de dados e telecomunicações da Geti, João André de Souza Neto, alguns dos benefícios do Office 365 são os baixos custos iniciais de implantação, gastos com TI reduzidos, flexibilidade para adicionar usuários e serviços, reuniões e treinamentos a distância. “É importante  frisar que não se trata apenas de um e-mail ou chat. Ele oferece muito mais. É um pacote de soluções para as rotinas corporativas”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.