Apple lança plataforma que torna iPhone uma ferramenta de pesquisa médica

Apple lança plataforma que torna iPhone uma ferramenta de pesquisa médica

A Apple, com base no anúncio de um aplicativo de software de dados de saúde chamado HealthKit feito do ano passado, anunciou hoje um novo software que dará aos usuários do iPhone a opção de participar em pesquisas médicas. O ResearchKit será lançado no próximo mês e de início já conta com cinco aplicativos. A empresa também falou sobre o Apple Watch que será lançado mundialmente no dia 24 e apresentou novo modelo do novo MacBook.

O ResearchKit vai permitir que os usuários do iPhone que concordarem participem de pesquisas clínicas, com a coleta de dados que envolve desde níveis de glicose, sintomas e monitoramente de algumas doenças. As primeiras cinco apps incluem foco na pesquisa do mal de Parkinson, diabetes, problemas cardiovasculares, asma e câncer de mama.

“Nós estamos confiantes de que o ResearchKit terá um impacto muito grande sobre todos nós”, comentou o presidente da companhia, Tim Cook. A empresa realizou várias parcerias, entre as quais com as Universidades de Oxford e Rochester, o Hospital Geral de Massachusetts, o Instituto do Câncer Dana Farber e outras instituições para gerar aplicativos para a plataforma.

Sobre o Apple Watch, a empresa anunciou que o dispositivo chega às lojas no dia 24 em nove países — Alemanha, Austrália, Canadá, China, EUA, França, Hong Kong, Japão e Reino Unido. A pré-venda será iniciada dia 10 para os três modelos disponíveis, todos com o sistema operacional iOS 8.2. Os aparelhos só funciona quando conectados a um iPhone 5, 5C, 5S, 6 ou 6 Plus.

Já o novo MacBook chega às lojas dos Estados Unidos em abril. Trata-se do notebook mais leve da Apple, com 0,9 kg, e é 24% mais fino, com 13,1 mm de espessura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.