Cemig recorre a analíticos e recupera R$ 1,5 milhão por mês em fraudes

Cemig recorre a analíticos e recupera R$ 1,5 milhão por mês em fraudes

A Cemig decidiu combater mais seriamente as fraudes relacionadas ao consumo de energia elétrica. A companhia recorreu a sistemas analíticos, via SAS Enterprise Miner, e conseguiu detectar mensalmente mais de 50% dos fraudadores, economizando mensalmente cerca de R$ 1,5 milhão. De acordo com dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), além do encarecimento do custo final e perigos relacionados a ligações irregulares, as perdas estimadas com as frandes no país representam R$ 4,5 bilhões anuais.

Para conter esse gargalo, a Cemig utiliza as soluções analíticas do SAS para aumentar sua precisão na localização de desvios de energia e falhas técnicas em seus medidores espalhados pela região metropolitana de Belo Horizonte (MG).

Segundo o engenheiro de planejamento Iguatinan Monteiro, da Cemig, a companhia de energia elétrica conseguiu maior identificação dos fraudadores a partir da modelagem estatística – cruzamento de informações sobre o histórico de consumo, características sócio-demográficas e potencial geográfico de cada domicílio. “Antes da utilização do Miner, conseguíamos localizar apenas 35% dos fraudadores durante a inspeção”, comentou o executivo.

Depois de cruzar todos os dados, a tecnologia do SAS gera uma pontuação referente à probabilidade de um domicílio ser um potencial fraudador. “Quando o técnico faz a visita, ele já sabe antecipadamente qual instalação tem maior chance de acontecer falhas e desvios. Assim, conseguimos também identificar as unidades consumidoras com maior volume de desvio, aqueles que causam prejuízos significativos para a empresa e para o consumidor final’, ressaltou o engenheiro da Cemig.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.