Apple Watch começa a ser testado por hospitais

Apple Watch começa a ser testado por hospitais

Apesar de ainda não estar clara a forma como a Apple pretende intensificar o uso de seus dispositivos na área de saúde, o Apple Watch já ganhou pilotos em dois hospitais nos Estados Unidos. O teste mais adiantado deverá ser feito pelo Ochsner Health System, em Nova Orleans, que começou a distribuir os 30 aparelhos comprados pela instituição na sexta-feira, o primeiro de vendas do relógio inteligente pela Apple, a hipertensos em tratamento na instituição. A ideia é utilizá-lo para controle da pressão arterial, incentivar exercícios, ou apenas lembrar do horário da medicação. Em Illinois, os planos para teste do dispositivo começaram a ser desenvolvidos em outubro do ano passado, assim que o produto foi anunciado, pela HSHS (Hospital Sisters Health System).

A escolha do uso do Apple Watch para monitoramento na área de hipertensão pelo Ochsner se deu em função da alta taxa dessa doença crônica no estado. Dependendo dos resultados, o uso do relógio inteligente poderá se estendido para os pacientes com diabetes e problemas pulmonares crônicos. Para se candidatar no piloto, o paciente deverá ter hipertensão não controlada, possuir um iPhone 5 ou superior e comprar um monitor de pressão arterial sem fio.

De acordo com o Hospital & Health Networks, o monitor será usado para transmitir dados via Apple Watch para a Ochsner, onde uma equipe de funcionários irá monitorar os sinais vitais e enviar alertas, caso necessário. Os dados também serão armazenados no portal do paciente no sistema de saúde, permitindo que seus clientes possam acompanhar o seu desempenho.

No caso do HSHS, o piloto envolve apurar a melhor forma de enfermeiros e médicos integrarem o relógio a seu programa Advanced Medical Home. As enfermeiras irão utilizar os relógios por um tempo, para se certificarem de sua eficácia na transmissão de dados dos pacientes. A partir daí, alguns pacientes deverão ser convidados a participarem do teste expandido. Outros dispositivos também estão sendo testados pela instituição.

Hoje, durante conferência, Tim Cook, presidente da Apple, disse que o dispositivo já conta com 3,5 mil apps em sua loja. O Mobile Health News encontrou 264 aplicativos relacionados à saúde e bem estar. Apesar de a maioria estar relacionada à ginástica e musculação, 13 apps têm aderência à área de saúde, 15 são especificamente para médicos e pacientes, 13 para hidratação e 13 que envolvem acompanhamento de gravidez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.