Bancos brasileiros investiram R$ 21,5 bilhões em tecnologia

Bancos brasileiros investiram R$ 21,5 bilhões em tecnologia

Os bancos brasileiros investiram R$ 21,5 bilhões no ano passado na área de tecnologia. De acordo com a Pesquisa Febraban de Tecnologia Bancária 2014, a área de software continua registrando as maiores taxas de expansão, com 16% na comparação anual, e respondendo por 39% do bolo. No entanto, esse percentual poderia ter sido ainda maior — 42% — se o aumento da capacidade e modernização da armazenagem de dados nos datas centers feito por algumas instituições financeiras não tivesse pressionado a participação de hardware no total de recursos aplicados. A área de segurança da informação capturou 10% do Capex de TI.

Com uma expansão de 6% na comparação anual, a área de hardware chegou a uma participação de 43% no total. Gustavo Fosse, diretor setorial de Tecnologia Bancária da Febraban, esse desempenho foi pontual e poderá não se repetir este ano. Já a expansão de software, na sua avaliação, mostra que a estratégia dos bancos contempla a preocupação em ampliar eficiência, serviços ao consumidor e melhorar a experiência do consumidor.

Na área de desenvolvimento, o gasto que mais cresceu percentualmente (47%) nos últimos cinco anos foi a de novas aplicações com recursos internos. Os novos desenvolvimentos/manutenção evolutiva representaram 57% dos gastos, seguidos pela manutenção corretiva/sustentação, com 24%.

A pesquisa da Febraban mostrou, mais uma vez, que a área de serviços financeiros permanece como o maior investidor de tecnologia setorial. Com um total de gastos com TI em 2014 no Brasil da ordem de US$ 59 bilhões, os bancos responderam por 18%. Quando se compara esse percentual ao mesmo cenário em outros países, apenas Índia e Inglaterra têm uma melhor taxa, com 19%. E estão na mesma faixa do Brasil outros países como Argentina, França e Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.