TOTVS desenvolve sistemas no touch para agroindústria e saúde

TOTVS desenvolve sistemas no touch para agroindústria e saúde

A TOTVS iniciou o desenvolvimento de protótipos no conceito no touch. O objetivo é levar para o mundo corporativo inúmeras possibilidades de utilizar a tecnologia sem colocar as mãos no teclado ou no mouse A iniciativa ocorre em ambientes controlados, à princípio, nos segmentos de agroindústria e saúde.

Por meio da câmera de Real Sense da Intel, a TOTVS desenvolveu soluções que atuam na promoção da eficiência nas rotinas de trabalho. Para o setor de agronegócios, por exemplo, a companhia testou a tecnologia no touch nas oficinas mecânicas. O sistema reconhece o usuário por identificação facial e, a partir do login, todos os comandos são por gestos ou por voz. Desta forma, o mecânico seleciona a ordem de serviço que irá iniciar e, ao final, indica se ela foi totalmente cumprida ou, em caso negativo, justifica o motivo por meio da transcrição de voz em texto, realizada automaticamente pela ferramenta.
Segundo a empresa, com esse suporte, não há mais perda de tempo na limpeza das mãos para a manipulação dos computadores, que passam a ter maior durabilidade, refletindo, inclusive, na redução de custos da empresa. O conceito já foi testado em um ambiente real e apresentou resultados bastante positivos, garante a companhia.

“Nos reunimos com os times de inovação de cada segmento da TOTVS para desenvolvermos soluções aderentes e que, de fato, impulsionem a produtividade e melhorem as rotinas nas empresas. Com os objetivos definidos, criamos uma camada de conexão com os nossos ERPs e iniciamos os protótipos do que enxergamos como o futuro da tecnologia”, explicou Weber Canova, Chief Corporate Architecture Officer da TOTVS.

Para o segmento de saúde, a TOTVS desenhou um protótipo que utiliza o reconhecimento facial para permitir e iniciar o acesso da enfermeira ao prontuário eletrônico dos pacientes. Assim que entra no quarto, o beacon instalado no tablet utilizado pela enfermeira, identifica a sua presença e aciona a câmera, que autoriza e registra o seu login no sistema. A partir daí, inicia-se o ciclo dos 5 certos da enfermagem. A cada etapa – paciente, medicação, horário, via e dosagem – a enfermeira confirma por voz ou, caso não possa fazer barulho, basta um sinal de positivo para passar à fase seguinte.

De acordo com a empresa, o objetivo é levar ainda mais segurança ao ambiente hospitalar, especialmente no cumprimento das regras de enfermagem e higiene das mãos e luvas.

Outro benefício da tecnologia no touch é a acessibilidade. A câmera é capaz de reconhecer os movimentos dos olhos ou o piscar das pálpebras. Dessa forma, uma pessoa com dificuldade de locomoção, por exemplo, também consegue utilizar o sistema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.