Vendas mundiais de smartphones desaceleram

Vendas mundiais de smartphones desaceleram

No segundo trimestre, as vendas mundiais de smartphones registraram a menor taxa de crescimento desde 2013. A comercialização dos dispositivos para usuários finais atingiu 330 milhões de unidades, um crescimento de 13,5% sobre o mesmo período do ano passado quando foram vendidos 290 milhões. Esse movimento resultou também em maior pressão da Apple sobre a líder Samsung– inclusive no mercado chinês — e proporcionou a maior taxa de crescimento, 46.3%, à Huawei. No mercado geral de telefones móveis e não apenas smartphones, praticamente houve uma estabilidade, com pequena retração de 0,4%.

No segundo trimestre, pela primeira vez a China registrou um declínio nas vendas de 4%.  Ásia e Pacífico (excluindo a China), Europa Oriental, Oriente Médio e África, foram as regiões emergentes que mais cresceram, impulsionadas pelo bom desempenho de fornecedores chineses e locais

“Enquanto a demanda por smartphones 3G e 4G mais baratos continuou a impulsionar o crescimento de vendas nos mercados emergentes, os números gerais de smartphones permaneceram regionalmente diversificados ao longo do trimestre”, afirmou Anshul Gupta, Diretor de Pesquisas do Gartner.

Apesar do lançamento de novos modelos de smartphones S6, os telefones premium da Samsung continuam sendo desafiados pelos iPhones de tela grande da Apple. A Samsung perdeu 4,3 pontos percentuais do mercado e diminuiu 5,3% em vendas unitárias. No segundo trimestre, o market share da Samsung foi de 21.9% e da Apple foi de 14,6%. Em terceiro lugar e com uma participação de mercado de 7,8%, a Huawei teve seu desempenho favorecido pelas fortes exportações e vendas de aparelhos 4G na China.

Huawei registrou a maior taxa de crescimento (46,3%), graças às fortes exportações e as vendas de aparelhos 4G na China. As vendas de iPhones aumentaram 36%, o que ajudou a Apple a ganhar 2,4% de participação de mercado. Confira o texto completo a seguir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.