Transações móveis na base do Pay Pal saltam de 5% para 14%

Transações móveis na base do Pay Pal saltam de 5% para 14%

A mobilidade vem ganhando mais espaço nas transações efetuadas pelo Pay Pal. No ano passado, respondiam por 5% do volume de transações e este ano já chegou a 14%. Com quatro anos de atividade no Brasil, a empresa conquistou 3 milhões de usuários ativos e em 2015 poderá registrar um crescimento próximo a três dígitos, como prevê Mário Mello, presidente para América Latina. Na região, os seis milhões de clientes formam uma base ainda pequena para as 173 milhões de contas ativas que possui globalmente. Mas trata-se de um mercado em expansão.

Segundo o executivo, o uso de dispositivos móveis chega a 40% nas transações feitas no segmento de moda. “Era difícil prever que as pessoas comprariam roupas pela internet, mas essa área teve um crescimento expressivo e já ultrapassou eletroeletrônicos em transações”, disse. Atualmente, a companhia é aceita em 90 mil sites de e-commerce e está presente em vários aplicativos de redes varejistas além de ter fechado uma importante parceria com a 99 Taxis, que lhe deu mais capilaridade ao permitir que o pagamento seja feito via app.

Em sua estratégia de expansão, o Pay Pal aposta na questão da segurança para conquistar mais clientes ativos. E para reforçar esse posicionamento, ampliou sua política de proteção a bens intangíveis e aumentou para 180 dias o prazo para abertura de disputas. Ainda procurando ampliar benefícios para conquistar mais adesões, o Pay Pal lançou um programa no qual paga o frete no caso em que o consumidor precise devolver o que comprou.

Desde julho o Pay Pal vive uma nova fase, como uma companhia independente do eBay e listada em Nasdaq. Na avaliação de Mello, essa situação gerou uma empresa mais focada e em busca de mais agilidade. Para crescer, sua receita passa por ampliação de parcerias, a exemplo dos acordos já fechados com grandes empresas, como Claro, Vivo, TAM, Azul, Casas Bahia e Ponto Frio.

Para o executivo, apesar da base de cartões de créditos no país ainda ser pequena em relação à população economicamente ativa ainda há muito espaço para crescimento para a companhia em seu modelo no qual o cliente agrega o cartão à sua conta. Já o outro formato, que permite que o consumidor vincule a transação no Pay Pal diretamente à sua conta bancária, ainda é embrionário no mercado brasileiro. Nos Estados Unidos, chega a representar 40% da base. “Temos acordos com alguns bancos, como Santander, HSBC e Citibank. Mas esse é um segmento que ainda precisa evoluir muito”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.