Poseidon, o ciberataque que fala  português e atua na terra, ar e mar

Poseidon, o ciberataque que fala português e atua na terra, ar e mar

O time global de pesquisa e análise (GReAT) da Kaspersky Lab descobriu o grupo Poseidon, uma campanha de ciberespionagem com avançadas técnicas e ainda ativa em âmbito mundial que está em atuação desde meados de 2005. O grande diferencial desse grupo é fato dele comercializar malware personalizados com certificados digitais ilegais para roubar dados sensíveis das vítimas, que serão usados para coagi-las a estabelecer uma relação de negócios com o grupo. Além disso, ele foi desenvolvido com o propósito específico de atingir máquinas com as versões do Windows em inglês e português do Brasil, caracterizando assim a primeira campanha de ataque direcionado desenvolvida nesse idioma.

Pelo menos 35 empresas já foram identificadas como alvos primários, e elas são instituições financeiras, governamentais, de telecomunicações, indústrias, companhias de energia e outras empresas de serviços, assim como companhias de mídia e relações públicas. Os especialistas da Kaspersky Lab detectaram ataques contra empresas de serviços que atendem altos executivos.

As vítimas deste grupo estão localizadas nos Estados Unidos, França, Cazaquistão, nos Estados Árabes Unidos, Índia e Rússia. Porém, a propagação das infecções está fortemente direcionada para o Brasil, onde muitas das vítimas operam via joint ventures ou parcerias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.