Muito cuidado na hora de migrar data center para cloud, alerta Gartner

Muito cuidado na hora de migrar data center para cloud, alerta Gartner

O Gartner divulgou suas principais recomendações para os CIOs quanto à migração de plataformas de Data Center para a nuvem. Embora a nuvem pública possa ser usada para a maioria das atividades virtuais, as organizações podem ter condições comerciais ou técnicas que tornam desaconselhável a migração de dados de data center para ambientes cloud, com arqúivos salvos na nuvem. Segundo a consultoria, CIOs e líderes empresariais podem cair na armadilha de acreditar que a Infraestrutura como Serviço (IaaS) em nuvem pública será sempre melhor e mais barata que a manutenção dos seus próprios data centers. Consequentemente, eles podem considerar migrar as cargas de trabalho existentes dos seus data centers para a IaaS em nuvem, quando, na verdade, ganham pouco benefício ao fazer isso.

De acordo com o Gartner, embora a IaaS em nuvem entregue significativamente mais funcionalidade que uma estrutura interna de TI, especialmente quando combinada com uma Plataforma como um Serviço (PaaS) integrada, o investimento em soluções de alta qualidade pode não ser economicamente vantajoso para as empresas que preferem reduzir despesas de TI e que não se beneficiarão das soluções mais ricas em recursos.
O Gartner recomenda que CIOs que consideram a migração de cargas de trabalho existentes em modelos orientados para a eficiência e a segurança para a nuvem pública IaaS devem ser céticos quanto aos benefícios da migração para a nuvem IaaS se o negócio for relativamente estático e com pouca necessidade de agilidade de TI. A infraestrutura e os aplicativos raramente mudam, novos aplicativos raramente são inseridos no Data Center ou o domínio existente de um modelo que funciona de forma eficiente e estável e a empresa de TI precisa se concentrar em um segundo modelo orientado para a agilidade e para outros projetos totalmente novos.

É preciso também avaliar cuidadosamente os desafios da implementação: se a empresa possui muitos usuários em localizações com conectividade de Rede de Longa Distância (Wide Area Network – WAN) fraca para provedores de Nuvem IaaS, se a empresa está em locais geográficos onde os requisitos não estão bem servidos pelos principais provedores de Nuvem IaaS, ou se um número significativo de aplicativos tem requisitos de localização que criariam complexidades de integração.

Além disso, diz a consultoria, é necessário discutir as prioridades de TI e da empresa no Conselho Administrativo, com o reconhecimento de que os projetos de migração do Data Center são disjuntivos, e que pode haver benefício limitado se não houver uma transformação significativa de TI. Outra recomendação do Gartner é colocar cargas de trabalho individuais conforme o uso em uma Nuvem Pública de IaaS, mesmo em pequena escala, quando há obrigação técnica ou é benéfico para a empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.