Nova presidente do Serpro acena com “continuidade”

Nova presidente do Serpro acena com “continuidade”

Foi publicada hoje no Diário Oficial da União a exoneração do diretor-presidente do Serpro, Marcos Mazoni, e mais quatro diretores. A nova diretora-presidente nomeada pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, publicou uma carta aos funcionários na qual garante que seu compromisso é “dar continuidade” para os trabalhos que já vêm sendo feitos. Ela afirma que está ciente das dificuldades pelas quais passa a empresa, “como dívidas com fornecedores e falta de recursos para investimentos” e afirma que quer atuar em parceria com os clientes e fornecedores para buscar soluções.

Junto com Mazoni, foram exonerados também o diretor-superintendente, Alexandre Motta, e os diretores Antônio Nocchi Parera, Robinson Barbosa e Wilton Itaiguara. No comando do Serpro desde 2007, Mazoni afirmou nas redes sociais que sequer foi comunicado oficialmente de sua exoneração.

Para os cargos da nova diretoria, foram nomeados André de Cesero, Iran Porto Júnior e Izabel Freitas. Glória Guimarães havia passado pelo cargo de diretora-superintendente do Serpro, tendo saído no início deste ano. Antes, foi vice-presidente de clientes e operações dos Correios, da equipe de tecnologia do Banco do Brasil e secretária de tecnologia da informação do Ministério do Planejamento.

A executiva garantiu que dará muito atenção ao apoio à inovação. “Temos que usar muita tecnologia para ousar e oferecer aos nossos clientes soluções eficientes’, afirmou.

Entre as várias soluções desenvolvidas pelo Serpro estão a declaração do Imposto de Renda via Internet (ReceitaNet), a nova Carteira Nacional de Habilitação, o novo Passaporte Brasileiro e os sistemas que controlam e facilitam o comércio exterior brasileiro (Siscomex). O mercado de atuação da empresa é o de finanças públicas, composto pelo Ministério da Fazenda, que corresponde a 65% do volume de negócios da empresa.

One comment

  • A nova diretora presidente deveria agilizar a averbação dos cartões consignados que os servidores federais aguardam há um ano, esse cartão foi feito para agilizar melhores juros para os servidores. E vem se arrastando não sei o porquê.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.