Ford investe US$ 182,2 milhões na Pivotal

Ford investe US$ 182,2 milhões na Pivotal

A Ford anunciou um investimento na Pivotal, empresa especializada em plataforma de software baseada na nuvem, com sede em San Francisco, EUA. O objetivo é aumentar a sua capacidade de desenvolvimento de programas e trazer inovações de forma mais rápida para os consumidores.

Com aplicação de US$182,2 milhões na Pivotal, a Ford quer acelerar sua transformação em uma empresa automotiva e de mobilidade, sem perder o foco no seu negócio principal: projetar, fabricar, vender, financiar e fornecer serviços para carros, utilitários, picapes, caminhões e veículos elétricos. Ao mesmo tempo, pretende buscar novas oportunidades com o Ford Smart Mobility – plano da empresa para ser líder em conectividade, mobilidade, veículos autônomos, experiência do consumidor e análise de dados.

“A expansão do nosso negócio para sermos uma empresa automotiva e de mobilidade requer experiência de ponta em software para oferecer experiências surpreendentes aos consumidores”, diz Mark Fields, presidente da Ford mundial. “O investimento na Pivotal vai fortalecer nossa capacidade de levar aos consumidores experiências na velocidade do Vale do Silício, incluindo a expansão contínua do FordPass – nossa plataforma digital, física e pessoal de experiência de mobilidade”, observou.

A Ford e a Pivotal atuaram juntas na criação do FordPass, lançada no mês passado nos EUA. A plataforma oferece novos serviços aos consumidores, como acesso remoto ao veículo por aplicativo de smartphones e soluções de mobilidade como estacionamento e carros compartilhados. Inovando e interagindo rapidamente, a Pivotal e os engenheiros da Ford trabalham para criar novas experiências para os membros do FordPass.

A partir desse relacionamento, a Ford quer acelerar a incorporação das metodologias avançadas de desenvolvimento de software da Pivotal nos seus times de tecnologia da informação, desenvolvimento do produto, pesquisa e engenharia avançada.

As metodologias avançadas da Pivotal ampliam a capacidade de software da Ford, já muito robusta, aplicada nos motores EcoBoost, no sistema de conectividade SYNC 3 e nas tecnologias de assistência ao motorista, como o estacionamento automático.

O software desempenha um papel crescente nos novos veículos. A nova F-150, por exemplo, traz mais de 150 milhões de linhas de código, enquanto um smartphone tem em média 12 milhões. Cada vez mais, os engenheiros usam softwares para o controle preciso do desempenho do veículo, como a calibração do motor e da transmissão, e para melhorar a experiência de conectividade.

O software é, de fato, o segredo da economia de combustível do motor EcoBoost. Com ele, os engenheiros podem otimizar o uso de cada gota de combustível, em nível molecular. Grande parte das 275 patentes que a Ford gerou com a tecnologia EcoBoost – além de outras 200 pendentes – estão associadas a controle de software e calibração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.