BB terá primeira aplicação com computação cognitiva

BB terá primeira aplicação com computação cognitiva

Em 90 dias, os clientes Private e Estilo do Banco do Brasil terão um serviço disponível, o assistente inteligente, que lhes permitirá realizar todos os acessos e consultas financeiras via voz. Por trás dessa novidade está o resultado da primeira aplicação desenvolvida em cima do sistema de computação cognitiva Watson, da IBM, que foi adquirido pela instituição financeira. Ela também faz parte de um processo do banco que se propõe a integrar sistemas analíticos, Big Data e computação cognitiva.

Segundo Geraldo Dezena, responsável pela área de tecnologia do BB, o sistema de computação cognitiva vai iniciar com tarefas mais simples mas já com a possibilidade de responder por 194 operações financeiras e de análise. Com o tempo, evoluirá para serviços mais sofisticados, inclusive exercendo o papel de advisor financeiro.

A solução foi testada por 30 dias pelo BB e, de acordo com Dezena, os resultados foram positivos. Mas ainda espera para ver como a máquina reagirá diante da “riqueza brasileira de sotaques e diferenças culturais”, afirmou.

Durante sua participação no Ciab Febraban 2016, o executivo contou que no BB 40 milhões de clientes realizam transações diariamente, sendo que 32% são feitas via smartphones e 28% via Internet. “Isso gera um volume de dados muito grande que coloca em xeque as limitações da computação clássica”, ressaltou. Com o Watson, o BB montou um Laboratório de Computação Cognitiva que deverá lançar, em breve, novos serviços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.