Eleições 2016: Prefeituras começam a suspender atividades nas redes sociais

Eleições 2016: Prefeituras começam a suspender atividades nas redes sociais

As prefeituras de Curitiba, Fortaleza, Manaus e Recife foram as primeiras a interromper suas atividades nas redes sociais pela proximidade das eleições municipais. As demais continuaram com postagens mas com a ressalva de que não irão publicar posts com possível cunho publicitário. A informação é da Torabit, plataforma de monitoramento digital que também mostrou que em junho Salvador ultrapassou Curitiba na taxa média de engajamento.

Segundo a Torabit, Salvador fechou o mês com taxa média de 1,40% de engajamento computados Facebook e Twitter. Foi a cidade que mais conquistou engajamento no Facebook (2,61%). No Twitter, empatou com São Paulo, ambas com taxa de 0,18%. Em seguida estão Curitiba e Belo Horizonte.

Curitiba continua líder com a maior quantidade de fãs e seguidores no Facebook e no Twitter. Também lidera, de longe, a quantidade proporcional de internautas conectados em rede em relação à população. 45% da população no Facebook e 11,6% no Twitter.

A taxa de engajamento mostra a relação da audiência conquistada em cada plataforma social versus o aproveitamento dela a partir dos posts da página, ou seja, o quanto os seguidores da página interagem com as postagens ofertadas. No caso, engajamento da página e perfil de cada prefeitura no Facebook e no Twitter, respectivamente. O engajamento mede os likes, os comentários, os compartilhamentos, as favoritadas, os retuítes e as respostas nas redes.

Para calcular a taxa de engajamento, o Torabit utiliza uma fórmula bastante simples. A equação é composta pela soma de ações que os internautas fazem em cada rede (curtem, comentam ou compartilham) multiplicada por cem e dividida pelo número de seguidores do veículo ao final de cada mês. O resultado, em percentual, é o índice de engajamento em cada rede. Para compor o índice mensal, o Torabit calcula a taxa média pela soma das taxas obtidas por cada veículo dividida pela quantidade de redes – duas, neste caso.

O resultado, em percentual, permite comparar quais internautas de cada cidade são mais ou menos engajados em relação aos conteúdos ofertados nas páginas oficiais de cada prefeitura em cada uma das plataformas sociais analisadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.