Pure Storage lança plataforma de acesso em tempo real às informações das corridas da Fórmula 1

Durante a prova do Grande Prêmio da Inglaterra em Silverstone os fãs de Fórmula 1 puderam acompanhar, em tempo real, informações dos carros dos dez principais pilotos assim como as decisões estratégicas tomadas pela equipe da Mercedes Petronas Formula One. Foi utilizada a solução Pure Pit Wall, da Pure Storage, com a tecnologia FlashArray.

A Pure Storage começou a trabalhar, no início deste ano, com a equipe da Mercedes. De cara, foi confrontada com um desafio do time da escuderia: conjuntos de dados maciços fornecidos pelos sensores dos carros, que precisam ser transformados em informações práticas sem nenhuma inatividade ou demora.

Ao adotar a tecnologia da Pure Storage, a equipe conseguiu criar e adquirir uma solução física pequena o suficiente para ser transportada de corrida para corrida e, ao mesmo tempo, oferecer o desempenho e a capacidade necessários para cumprir as rigorosas exigências do time. Agora, os arrays de armazenamento que acompanham os dados da equipe são complementados pelo Pure Pit Wall.

No geral, a Pure ajudou a equipe a reduzir em mais de 90% o tempo necessário para gerenciar o armazenamento. A equipe conseguiu reduzir em 95% o tempo de resposta de consultas importantes ao banco de dados, melhorando o tempo necessário para abrir arquivos de dados críticos em dois terços. Além disso, o espaço de rack necessário do data center da cabine da equipe foi reduzido em 68%.

“Dados e TI estão se tornando preocupações cada vez mais importantes no mundo do esporte profissional, enquanto a participação dos fãs por meio de diversas telas tornou-se norma”, comentou Paddy Lowe, diretor executivo (técnico) da equipe Mercedes. “A parceria com a Pure simplifica nossa infraestrutura de TI e representou significativas atualizações de desempenho, sendo que o painel Pure Pit Wall ajuda a estender esses benefícios diretamente aos nossos fãs”, acrescentou.

Segundo o executivo, muitas vezes a equipe da Pure chama nossa atenção para problemas antes mesmo que sejam notados pelo time. “Nossos administradores de armazenamento costumavam gastar em geral três dias por semana com problemas de armazenamento. Hoje, eles gastam no máximo três horas”, afirmou o executivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.