Decisores de negócios e TI estão mais alinhados do que se imagina, diz pesquisa

Decisores de negócios e TI estão mais alinhados do que se imagina, diz pesquisa

shutterstock_Robbi_Mercado_Negocios_parceria_ConcorrenciaO Dell State of IT Trends 2016, realizado pela Penn Shoen Berland a pedido da Dell e voltado a mapear as principais tendências de investimento em Tecnologia da Informação, trouxe um dado importante sobre a relação dos decisores das áreas de negócios e TI: eles estão mais alinhados do que eles próprios imaginam. Entre os dados, 62% dos decisores de TI e 51% de negócios concordam que cloud computing é a tendência de tecnologia mais importante para suas empresas.

“Existe uma percepção equivocada de que os líderes empresariais estão desconectados das discussões estratégicas de TI, mas os tempos mudaram”, afirma João Bortone, Diretor de Produtos e Soluções Empresariais da Dell para América Latina. “Esse estudo revela que existe um crescente entendimento entre os decisores de TI e de negócio sobre as principais tendências de TI e as oportunidades crescentes que a TI pode endereçar”, conclui.

O estudo identificou que na atual economia, orientada por dados, as empresas buscam agilidade, eficiência, escalabilidade e capacidade para responder às aplicações de negócios em tempo real. De acordo com o estudo Dell State of IT Trends 2016, o aumento da produtividade do negócio é a principal demanda para 81% dos decisores de TI e para 77% dos decisores de negócios, seguida pela necessidade de impactar o crescimento dos negócios, com 71% e 69% das respostas, respectivamente.

Há alinhamento também em outras tendências. A capacidade de expansão na utilização da núvem publica, de acordo com a necessidade é avaliada como importante para 83% dos decisores de TI e 74% dos de negócios. Segundo 88% dos decisores de TI e 80% dos de negócios, suas organizações consideram adotar, estão em processo de adoção ou já concluíram a migração para data center definidos por software.

Os dois grupos concordam que os benefícios desse modelo estão na flexibilidade, simplicidade, eficiência e redução de custos. Os decisores de TI indicam com maior frequência que essa migração já está em andamento e indicam a escalabilidade como principal benefício (57% diante de 40% dos decisores de negócios). Dois em cada um entrevistado concordou que devem usar tecnologias abertas de data center no futuro e 86% dos decisores de TI e 85% dos de negócios concordam que a estratégia centrada em computação é a melhor abordagem para ganhar flexibilidade, escalabilidade e para data centers abertos.

Em termos de despesas com tecnologia em 2016, a nuvem é a principal prioridade, 67% para os líderes de TI e 59% na visão de negócios. Na sequência de importância aparece atualização das tecnologias de armazenamento de dados e da área de compras (54% e 48%, respectivamente).

Oito em cada 10 entrevistados concordam que uma abordagem centrada em computação para desenvolvimento de soluções de data center é a chave para promover inovação. Acima de oito em cada 10 entrevistados concordam que integrar soluções hiperconvergentes é o primeiro passo para adoção de um data center definido por software.

Os decisores também afirmaram que a adoção de um data center definido por software é o viabilizador mais importante para a transformação digital e que uma estratégia de cloud hibrida é vista como o melhor lugar para o datacenter definido por software no futuro. Quase a totalidade dos tomadores de decisão concordam que tecnologias abertas suportam melhor as tendências de data center voltado a aplicações, portabilidade e gestão de dados se comparado com soluções de hardware proprietárias. A capacidade de resolver problemas rapidamente é a principal preocupação global para todos os entrevistados quando se trata de gestão do data center.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.