Demanda pela Rio 2016 gera captação recorde na SES

Demanda pela Rio 2016 gera captação recorde na SES

Com a Rio 2016, a SES anunciou que teve uma captação recorde de sua capacidade satelital em comparação à Olimpíada anterior. Um total de 23 mil horas de capacidade em quatro satélites da SES – NSS-806, SES-4, NSS-7 e SES-3 – foram reservados.

Essa demanda representou a transmissão dos Jogos de 2016 pelos organismos de radiodifusão nas Américas, Europa, África e Ásia. A SES serve um total de 10 broadcasters baseados nos Estados Unidos, Reino Unido, Suíça, Itália, Brasil e Japão, incluindo a Eurovision, CNN/Turner e a Nippon Television Network.

“A SES tem fornecido capacidade para os Jogos Olímpicos desde 2000 e estamos satisfeitos com o fato de que a demanda de capacidade satelital para os Jogos Olímpicos do Rio supera, em muito, as edições anteriores”, disse Richard Lamb, diretor geral de Serviços de Uso Ocasional da SES . Segundo o executivo, pela primeira vez foi usada mais capacidade em mais satélites para transmitir mais horas de eventos esportivos e de cobertura de notícias das competições para um público verdadeiramente global.

“Esta demanda recorde ilustra como as emissoras continuam identificando o satélite como uma forma ideal e de baixo custo para transmitir excelente qualidade de imagem ao vivo de eventos esportivos para milhões de telespectadores do mundo todo”, reforçou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.