Denatran e Serpro lançam aplicativo que reduz multas em 40%

Denatran e Serpro lançam aplicativo que reduz multas em 40%

Desenvolvido para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), o Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) é uma solução tecnológica criada pelo Serpro para facilitar a comunicação de infrações de trânsito pelos órgãos autuadores e permitir que condutores de veículos cadastrados na ferramenta tenham desconto de 40% no valor de multas interestaduais de trânsito. O aplicativo está disponível para download a partir de hoje, 1º de novembro, para smartphones da plataforma Android.

Além do desconto nos valores das multas, o aplicativo também permite uma comunicação eletrônica mais eficiente e ágil entre motoristas e órgãos de trânsito para receber as notificações de infrações. Para ter acesso às funcionalidades, é preciso criar uma conta pessoal, cadastrar os dados do veículo, indicando placa e código Renavam do automóvel. Após se cadastrar, o usuário vai poder conhecer detalhes de cada multa, reconhecer a infração, copiar o código de pagamento, além de poder fazer o download do formulário de indicação do condutor responsável pela infração.

De acordo com o diretor de Relacionamento com Clientes do Serpro, André de Cesero, a partir do lançamento da ferramenta, o Serpro e o Denatran vão implementar outras funcionalidades, visando à melhoria contínua do sistema, como a disponibilização do aplicativo na versão iOS já na próxima semana.

“O SNE é um canal de comunicação mais eficiente com o cidadão e vai trazer mais comodidade e interatividade na gestão do pagamento de multas, além de possibilitar uma redução de custos, já que não será mais necessário aos órgãos autuadores imprimir e enviar notificações de trânsito para o cidadão”, comentou André de Cesero.

Nesta primeira etapa do SNE, estão aptos a aderirem ao sistema mais de 1.600 órgãos autuadores em todo o Brasil, integrados ao Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf): os 27 Detrans dos Estados e do Distrito Federal; órgãos municipais; Polícia Rodoviária Federal (PRF); Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). O montante hoje de infrações autuadas por esses órgãos é de 16 milhões de multas por ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha: *
Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.